Aviso

É proibida, sem a autorização do cartunista Nani, a publicação de material do blog nanihumor em mídia impressa (jornais, revistas, cartilhas, folhetos etc.) e por editoras para uso em livros. Blogs e mídias eletrônicas poderão repercutir material do blog nanihumor, contanto que não seja para fins lucrativos

Fábula

quarta-feira, 7 de outubro de 2009

O cordeiro estava bebendo água no rio quando chega o lobo.

– Seu puto, você tá poluindo a água do rio.

– Impossível, lobo. A água corre pra baixo e não tem como.

– Se não foi você foi o veado de seu pai. Se não foi ele, foi a vaca da sua mãe, ou a piranha da sua irmã ou algum outro filho-da-puta de sua família.

– Fica frio, lobo. Tu tá muito estressado – disse o cordeiro.

– Estressado é coisa de boiola. Vou te apagar e comer seu fígado – disse o lobo, avançando com um fuzil de uso exclusivo das Forças Armadas pra cima do cordeiro.

Então o cordeiro puxou debaixo do seu casaco de lã uma metralhadora UZI israelense e acertou uma rajada de azeitonas no lombo do lobo, que caiu e foi levado pelo rio.

MORAL: TEM GENTE QUE SÓ MATANDO.

2 comentários:

Xalom Salamaleque disse...

forte essa... eu sei que é humor, mas no fim não teve graça e terminou com uma mensagem de apoio à violência. mesmo que não tenha sido dita à sério, a mensagem fica aí pra quem quiser interpretá-la ao pé da letra.

Anônimo disse...

Tem gente que só matando